segunda-feira, 21 de novembro de 2016

Genealogia de Roberto Marinho: um descendente de Jerônimo de Albuquerque

Como os leitores do meu blog já podem ter notado prefiro, registrar aqui notas histórico genealógicas que digam respeito ao meu estado o Rio Grande do Norte, no máximo, ao nordeste do Brasil. Contudo, farei uma exceção. Trata-se da genealogia do jornalista Roberto Marinho e de sua primeira esposa Stela Goulart Marinho. Acredito que devemos reconhecer a ajuda da Fundação Roberto Marinho na manutenção do nosso patrimônio histórico arquitetônico pelo Brasil a fora. No Rio Grande do Norte, notadamente, a fundação restaurou, em parceria com o governo do estado e prefeituras, entre outros, a capela de São José em Macaíba e a capela tricentenária de Utinga. Assim, o presente trabalho genealógico, fica como um agradecimento ao homem sensível a nossa cultura.

Já foram escritas biografias do jornalista e fundador do sistema Globo de Comunicação (rádio, jornal e televisão), mas ainda não foi devidamente apresentada a sua genealogia. Agora tenho a oportunidade de apresentar a ascendência de Roberto Marinho, proveniente de pesquisas realizadas em arquivos paroquiais, e em sites da internet.

Na parte referente a ascendência ao avô paterno de Roberto Marinho, o português João Marinho Coelho de Barros, a pesquisa foi feitas nos registros paroquiais portugueses, assim como o pai de sua avó Eduwirgens de Souza Barros, que era irmão da mãe do seu avô paterno João Marinho Coelho de Barros, já que os avós paternos de Roberto Marinho eram primos legítimos.

Já no que se refere a parte da sua avó paterna Eduwirgens de Souza Barros, a pesquisa foi realizada em sites genealógicos, como o Projeto Compartilhar, de autoria de Bartira Sette e Regina Moraes Junqueira, e também na Genealogia Paulistana de Luiz Gonzaga da Silva Leme, onde foi possível avançar na genealogia principalmente através da sua bisavó paterna Leonor de Souza (mãe de Eduwirgens de Souza Barros), pois as informações referente a essa referida bisavó paterna consta no site projeto Compartilhar, e através dele foi possível chegar até ao hexavô paterno Francisco do Rego Barros, que é justamente o pernambucano descendente de Jerônimo de Albuquerque e de Arnal de Holanda que saiu de seu lugar de origem e foi residir na região sudeste do Brasil, onde casou com Arcângela Xavier Furquim, dando assim continuidade a descendência de Jerônimo de Albuquerque no sudeste brasileiro.

Roberto Marinho, condecorado com a Ordem do Mérito Alberto Maranhão, durante entrega dos serviços de restauro da capela de Utinga, em São Gonçalo do Amarante. Anos 80.


1- Roberto Marinho nasceu em 03 de dezembro de 1904 e faleceu aos 06 de agosto de 2003, com 98 anos de idade, foi o fundador e proprietário do Sistema Globo de Comunicação: Rádio Globo, Rede Globo de Televisão, editora Globo e jornal O Globo. Casou em 1º matrimônio aos 24 de dezembro de 1946, na igreja da Glória, Outeiro da Glória, com Stella de Campos Goulart, após o casamento civil Stela Goulart Marinho, nascida em 12 de janeiro de 1923 e falecida em 23 de outubro de 1995, com 72 anos de idade em Nice, França, e o casamento religioso foi celebrado pelo Pe. Benedito Marinho, perante as testemunhas Herbet Moisés, Alba Vieira Marcondes, César de Melo e Cunha e Francisca Pisani.

        Filhos de Roberto Marinho e de Stela Marcondes Goulart:

A-    Roberto Irineu Marinho, nascido em 13 de outubro de 1947.
B-     Paulo Roberto Marinho, nascido em 25 de fevereiro de 1950 e falecido em 01 de janeiro de 1970 com 19 anos de idade.
C- João Roberto Marinho, nascido em 16 de setembro de 1953.
D- José Roberto Marinho, nascido em 26 de dezembro de 1955.

Roberto Marinho contraiu 2º matrimônio com Ruth de Albuquerque.

Roberto Marinho contraiu 3º matrimônio em 12 de setembro de 1991 com Lily Monique Lemb, natural de Colônia, Alemanha, nascida em 10 de maio de 1921 e falecida em 05 de janeiro de 2011, Filha única da francesa Jeanne Bergeon e do militar britânico Edward John Lemb.

        2- Pais de Roberto Marinho:

Irineu Marinho Coelho de Barros, natural de Niterói/RJ, nascido aos 19 de julho de 1876, e falecido em 21 de agosto de 1925 com 49 anos no Rio de Janeiro/RJ, e Francisca Pisani, nascida em 19 de março de 1886 e falecida em 09 de maio de 1976 com 90 anos, casados em 24 de dezembro de 1903 no Rio de Janeiro/RJ.

Registro do casamento civil de Irineu Marinho e Francisca Pisani: Nº de Ordem 311, Páginas 130v, 131 e 131v do Livro de Matrimônios do período de abril de 1903 a fevereiro de 1904 da 1ª Circunscrição do Cartório do estado do Rio de Janeiro/RJ.

Aos vinte e quatro dias do mês de dezembro de mil novecentos e três, nesta Cidade em sala dos despachos da Segunda Pretoria onde se achava o Juiz de Direito o Doutor Raymundo da Motta de Azevedo Corrêa, Segundo Pretor, comigo escrevente juramentado ai em presença das testemunhas Theophilo Idelmano de Figueiredo e Pio Dutra da Rocha, ás doze horas da manhã, receberam – se em matrimonio Irineu Marinho Coelho de Barros Francisca Pizana. Ele natural do Estado do Rio de Janeiro de vinte e três anos de idade, solteiro, repórter, filho natural de digo filho legitimo de João Marinho Coelho de Barros e Eduvirges de Souza Barros esta falecida, morador á Ilha do Governador. Ella natural desta Cidade, de dezessete anos de idade, solteira, filha natural de Christina Guerra, moradora á mesma Ilha retro. Declararam no ato do casamento não serem parentes nem existir impedimento algum que os iniba de casar – se um com o outro. Em firmeza do que lavro este termo que assinarão com o Juiz. Eu, Jacinto Joaquim Pires de Araújo escrevente juramentado, o escrevi. E eu, José Leandro de Barros ai assino.
           Raymundo M. A. Corrêa
           Irineu Marinho Coelho de Barros
           Francisca Pizana
           Theophilo Idelmano de Figueiredo, de 37 anos, casado, brasileiro, jornalista, morador a Rua do Lavradio n. 65.
          Pio Dutra da Rocha, de 28 anos de idade, casado, brasileiro, funcionário publico e morador a Ilha do Governador.
           José Leandro de Barros.

        3- Avós paternos de Roberto Marinho:

João Marinho Coelho de Barros, nascido aos 01 de setembro de 1828, em Celorico de Basto, Braga, Portugal, e falecido em 05 de abril de 1908, com 79 anos de idade no Rio de Janeiro/RJ, e Eduwiges de Souza Barros, batizada em 13 de novembro de 1836 em Rezende – RJ, primos legítimos, casados aos 05 de fevereiro de 1853 na Matriz de Rezende – RJ.

        4- Avós maternos de Roberto Marinho:

Francisco Pisani, que era natural da Itália, e a companheira Cristina Guerra.

     Observação: Da união entre Cristina Guerra e o italiano Francisco Pisani, resultou no nascimento da filha única Francisca Pisani, que por sua vez casou com Irineu Marinho.

Cristina Guerra casou com Benjamim Guerra, e da união nasceu os filhos Aécio Guerra, Pascoal Guerra, falecido aos 13 de julho de 1902 com 8 anos de idade, Antônia Guerra, falecida em 14 de maio de 1912 com 22 anos de idade, e de Amália Guerra, falecida em 07 de agosto de 1917 com 22 anos de idade. 
   
         5- Bisavós (2º avós) paternos de Roberto Marinho:

5.1- José Marinho da Silva Macedo, nascido aos 27 de maio de 1806, e Cláudia Genebres,nascida aos 15 de novembro de 1808, foi batizada aos 18 de novembro de 1808, casados aos 20 de setembro de 1827 em Celorico de Basto, Braga, Portugal, pais de João Marinho Coelho de Barros.      
                                                                       
5.2- Antônio Pinto Coelho de Barros, nascido aos 01 de julho de 1807 em Celorico de Bastos, Braga, Portugal, e falecido em 07 de junho de 1856 com 48 anos de idade, e Leonor de Souza, batizada aos 07 de novembro de 1815, casados aos 07 de agosto de 1835 na matriz de Rezende/RJ, Brasil,  pais de Eduwiges de Souza Barros.
      
       6- Trisavós (3º avós) paternos de Roberto Marinho:

6.1- Domingos Marinhonascido aos 19 de dezembro de 1772, e Maria Luíza Coelho, nascida aos 04 de outubro de 1771, foi batizada aos 07 de outubro de 1771, naturais de Celorico de Basto, Braga, Portugal, casados aos 10 de junho de 1804 em Celorico de Basto, Braga, Portugal, pais de José Marinho da Silva Macedo.

6.2- Francisco Teixeira Pinto Coelho, nascido aos 10 de outubro de 1775, e Maria Joaquina Coelho de Barros, nascida aos 02 de outubro de 1784, naturais de Celorico de Bastos, Braga, Portugal, pais de Cláudia Genebres.

6.3- Francisco Teixeira Pinto Coelho e Maria Joaquina Coelho de Barros, naturais de Celorico de Bastos, Braga, Portugal, pais de Antônio Pinto Coelho de Barros.  

6.4- Rafael Pinto de Souza, natural de Rezende/RJ, e Bibiana Barbosa Lima, natural de Aiuroca/MG, casados aos 02 de abril de 1813 na Matriz de Rezende/RJ, pais de Leonor de Souza.

     7- Tetravós (4º avós) paternos de Roberto Marinho:

7.1- Manoel Marinhonascido aos 01 de fevereiro de 1732, e Ana da Silva, nascida aos 18 de dezembro de 1735, naturais de Celorico de Basto, Braga, Portugal, casados aos 21 de setembro de 1766 em Celorico de Basto, Braga, Portugal, pais de Domingos Marinho.

7.2- Antônio Luiz de Macedo, nascido aos 22 de dezembro de 1736, e Maria Coelho Dias, nascida aos 12 de outubro de 1731, naturais de Celorico de Basto, Braga, Portugal, casados em 30 de agosto de 1765 em Celorico de Basto, pais de Maria Luíza Coelho.

7.3- João Crisóstomo Teixeira da Fonseca, nascido aos 01 de janeiro de 1738, e Benta Custódia Alves Pintonascida aos 04 de março de 1749, naturais de Celorico de Basto, casados em 21 de março de 1764 em Celorico de Basto, Braga, Portugal, pais de Francisco Teixeira Pinto Coelho.

7.4- José Joaquim Álvares Coelho de Barros,natural de Celorico de Bastos, Braga, Portugal,nascido aos 11 de janeiro de 1756, e Leonor Clara Gonçalves, natural de Vila Real, Portugal, pais de Maria Joaquina Coelho de Barros.

7.5- Pedro de Souza Magalhães Filho e a 2ª esposa Ana Esméria do Sacramento, falecida em 20 de novembro de 1799, pais de Rafael Pinto de Souza.

7.6- Antônio Bueno Freire, natural de São João Del Rey/MG, e Maria do Rosário Lima Acioli de Albuquerque, natural da Freguesia de Aiuroca, - MG, casados em 05 de junho de 1782 em Aiuruoca/MG, pais de Bibiana Barbosa Lima.

     8- Pentavós (5º avós) paternos de Roberto Marinho:

8.1- Antônio Marinhobatizado aos 22 de janeiro de 1690, e Senhorinha Ribeiro, batizada em 02 de setembro de 1703, naturais de Celorico de Basto, Braga, Portugal, casados aos 24 de fevereiro de 1727 em Celorico de Basto, Braga, Portugal, pais de Manoel Marinho.

8.2- Domingos da Silva, natural da Freguesia de São Miguel de Carvalho, e Ana Maria Alves, casados aos 24 de fevereiro de 1726 em Celorico de Basto, Braga, Portugal, pais de Ana da Silva.

8.3- Domingos de Macedo, batizado aos 09 de junho de 1686, e Tereza da Costa, batizada aos 14 de junho de 1699, naturais de Celorico de Basto, Braga, Portugal, casados aos 12 de setembro de 1733, pais de Antônio Luiz de Macedo.

8.4- Manoel Ferreira e  Mariana Coelho, naturais de Celorico de Bastos,  Braga, Portugal, pais de Maria Coelho Dias.

8.5- Serafim Teixeira, nascido aos 17 de março de 1717, e Gertrurdes Coelho da Fonseca, naturais de Celorico de Basto, Braga, Portugal, casados aos 07 de junho de 1731 em Celorico de Basto, Braga, Portugal, pais de João Crisóstomo Teixeira da Fonseca.

8.6- Antônio Alves Pinto, natural da Vila de Guimarães, Arcebispado de Braga, Portugal, e Ana de Carvalho, natural da Freguesia de Briteiros, Braga, Portugal, pais de Benta Custódia Alves Pinto.      

8.7- José Alves Coelho de Barros, nascido aos 02 de maio de 1727, e Maria Rosa Pinto, casados aos 11 de abril de 1755, pais de José Joaquim Álvares Coelho de Barros.

8.8- José Gonçalves, da Freguesia de São Pedro de Vitor de Ferreiros, e Brízida Gonçalves, da Freguesia de São Cristovam de Mondim, ambos do Distrito de Vila Real, pais de Leonor Clara Gonçalves.

8.9- Pedro de Souza Magalhães, natural da Freguesia de Santa Maria de Gove, Conselho de Bayão, Distrito do Porto, Portugal, nascido aos 07 de novembro de 1714, batizado aos 10 de novembro de 1714, e Maria Soares Louzada, natural de Lorena/SP, pais de Pedro de Souza Magalhães Filho.

8.10- Miguel Nunes Bernardes, falecido em 1797, e Catarina Nogueira de Aguiar, pais de Ana Esméria do Sacramento.  
8.11- José Freire de Figueiredo, natural de Guarulhos/SP, nascido por volta de 1701, e Escolástica Bueno Franco, natural da cidade de São Paulo/SP, pais de Antônio Bueno Freire.

8.12- Cosme do Rego Barros, natural de Pitangui/MG, falecido aos 13 de dezembro de 1793, e Maria Barbosa Lima, natural de Lorena/SP, pais de Maria do Rosário Acioli Lima de Albuquerque.      
                                                                            
      9-  Hexavós (6º avós) paternos de Roberto Marinho:

9.1- Manoel João e Francisca Marinho, batizada aos 27 de março de 1650, casados aos 26 de janeiro de 1681 em Celorico de Basto, Braga, Portugal, pais de Antônio Marinho.

9.2- Luiz Ribeiro, batizado aos 02 de abril de 1668, e Mariana Joãobatizada aos 17 de março de 1669, casados aos 03 de junho de 1691 em Celorico de Basto, Braga, Portugal, pais de Senhorinha Ribeiro.

9.3- Domingos Fernandes e Maria da Silva, batizada aos 23 de fevereiro de 1656, naturais de Celorico de Basto, casados aos 14 de maio de 1668 em Celorico de Basto, Braga, Portugal, pais de Domingos da Silva.  

9.4- Miguel Alvares e Isabel de Macedo, naturais de Celorico de Basto, Braga, pais de Ana Maria Álvares.

9.5- Domingos Pires e Joana de Macedo, casados aos 05 de fevereiro de 1673 em Celorico de Basto, Braga, Portugal, pais de Domingos de Macedo.

9.6- José da Costa, batizado aos 26 de março de 1662, e Catarina Pereira, casados aos 04 de setembro de 1693 em Celorico de Basto, Braga, Portugal, pais de Tereza da Costa.

9.7- Jerônimo Teixeira e Maria Gonçalves, casados em 26 de junho de 1711 em Celorico de Basto, Braga, Portugal, pais de Serafim Teixeira.

9.8- João Batista Coelho e Luíza Coelho da Fonseca, batizada aos 14 de março de 1691, naturais de Celorico de Bastos, Arcebispado de Braga, Portugal, casados aos 14 de janeiro de 1715 em Celorico de Basto, Braga, Portugal, pais de Gertrurdes Coelho da Fonseca.   

9.9- João Coelho, batizado aos 24 de janeiro de 1667, e Maria Gonçalves, casados aos 15 de maio de 1701 em Celorico de Basto, Braga, Portugalpais de José Alves Coelho de Barros.

9.10- João Francisco e  Ana Maria Pinto, naturais de Braga, Portugal,  pais de Maria Rosa Pinto.
9.11- Domingos Pinto, batizado aos 14 de fevereiro de 1680, e Mariana de Souza, batizada aos 09 de janeiro de 1687, casados aos 20 de agosto de 1707, em Santa Maria de Gove, Porto, Portugal, pais de Pedro de Souza Magalhães.

9.12- Antônio Soares Louzada, natural de Guaratinguetá/SP, e Maria Bicudo Leme, natural de Jacareí/SP, pais de Maria Soares Louzada.

9.13- André Bernardes de Brito, falecido em 1743, e Margarida Nunes Rangel, falecida em 06 de julho de 1776, naturais de Guaratinguetá/SP, pais de Miguel Nunes Bernardes.

9.14- Narcíso de Faria e Silva, natural de Parnaíba/SP, e Maria Pedrosa de Morais, natural de Mogi das Cruzes/SP,  pais de Catarina Nogueira de Aguiar.

9.15- Lourenço Correia de Morais, falecido em 1736, e Maria Freire de Godoy, naturais de Mogi das Cruzes/SP, pais de José Freire de Figueiredo.

9.16- Baltazar da Veiga Bueno, falecido em 1739, e Ana Maria da Silveira, naturais de São Paulo/SP, pais de Escolástica Bueno Franco.

9.17- Francisco do Rego Barros, natural da Freguesia de Santo Amaro, Recife/PE, nascido em 1685 e falecido em 1749 com 64 anos, e Arcângela Xavier Furquim da Luz, natural de Parnaíba/SP, nascida em 1704, casados no Estado de Minas Gerais, pais de Cosme do Rego Barros.

          Observação: É justamente desse casal Francisco do Rego Barros e Arcângela Xavier Furquim da Luz que deu origem as raízes pernambucanas de Roberto Marinho, já que o seu hexavô paterno Francisco do Rego Barros, que era do Estado de Pernambuco, saiu de seu lugar de origem para residir na região sudeste do Brasil, onde casou e constituiu família, deixando  descendência.

9.18- Francisco Barbosa de Lima, natural de São Paulo/SP, falecido em 04 de setembro de 1776, e Maria de Andrade Sampaio, natural de Jacareí/SP, nascida provavelmente em 1700 e falecida em 30 de novembro de 1745 com 45 anos de idade, pais de Maria Barbosa de Lima.     

       10- Heptavós (7º avós) paternos de Roberto Marinho:

10.1- Sebastião Gonçalves e Catarina Marinho, portugueses, pais de Francisca Marinho.

10.2- Antônio Ribeiro e Ana Lopes, portugueses, pais de Luiz Ribeiro.
10.3- Francisco Gonçalves e Isabel João, portugueses, pais de Mariana João.

10.4- Domingos Fernandes e Maria Dias, portugueses, pais de Domingos Fernandes.

10.5- Padre Jerônimo Coelho Da Silva, que foi Vigário em Codeçoso, Celorico de Basto, Braga, Portugal, e Maria Teixeira, solteira, portugueses, pais de Maria da Silva.

10.6- Gonçalo Pires e Francisca Dias, portugueses, pais de Domingos Pires.

10.7- Gonçalo Pires e Isabel de Macedo, portugueses, pais de Joana de Macedo.

10.8- Mateus da Costa e Ana Gomes, portugueses, casados aos 18 de junho de 1657 em Celorico de Basto, Braga, Portugal, pais de José da Costa.

10.9- João Pereira e Maria Domingues, portugueses,  pais de Catarina Pereira.

10.10- Gaspar Coelho, batizado aos 29 de setembro de 1653, e Isabel Coelho, casados aos 22 de novembro de 1682 em Celorico de Basto, Arcebispado de Braga, Portugal, pais de João Batista Coelho.   

10.11- Domingos Coelho e Jerônima Da Fonseca, batizada aos 01 de janeiro de 1654, casados aos 11 de junho de 1690 em Celorico de Basto, Braga, Portugal, pais de Luíza Coelho da Fonseca.

10.12- Gonçalo Ribeiro, o 2º do nome, batizado aos 29 de setembro de 1630, e Ana Coelho, naturais de Celorico de Bastos,  Braga, Portugal, casados aos 26 de maio de 1657, na Freguesia de São Pedro de Britellos, Conselho de Celorico de Bastos, Arcebispado de Braga, Portugal, pais de João Coelho.

10.13- Domingos Gonçalves, português, pai de Maria Gonçalves.

10.14- Antônio Pinto e Sebastiana de Magalhães, casados aos 04 de novembro de 1666 na Freguesia de Santa Maria de Gôve, Porto, Portugal, pais de Domingos Pinto.  
                                                         
10.15- Antônio Coelho, natural de Lamego, e Maria de Souza, natural do Porto, casados  aos 02 de setembro de 1668, na freguesia de Santa Maria de Gôve, Porto, Portugal, pais de Mariana de Souza.

10.16- Antônio Pedroso de Alvarenga, o 2º do nome, e Maria da Luz do Prado, pais de André Bernardes de Brito.   

10.17- Francisco Nunes da Costa e Lucrécia Leme Barbosa, pais de Margarida Nunes Rangel.

10.18- João Martins Bonilha Filho e Maria Correia de Morais, pais de Lourenço Correia de Morais.

10.19- Domingos Freire de Figuereido, natural de Ponte de Lima, Distrito de Viana, Portugal, falecido em 1731, e Ana de Godoy Moreira,  falecida no ano de 1726 em Mogi das Cruzes/SP, casados aos 03 de setembro de 1679 na Paróquia de Santana de Mogi das Cruzes/SP, pais de Maria Freire de Godoy.

10.20- Baltazar da Costa Veiga e Maria Bueno de Mendonça, pais de Baltazar da Costa Bueno.

10.21- Salvador Cardoso de Almeida e Ana Maria Raposo da Silveira, pais de Ana Maria da  Silveira.

10.22- Cosme do Rego Barros e Isabel de Acha de Albuquerque, naturais do estado de Pernambuco, pais de Francisco do Rego Barros.

10.23- Antônio Furquim da Luz, nascido provavelmente em 1654, e Mécia Vaz Pedroso, casados em 1681 em Santana do Parnaíba/SP, pais de Arcângela Furquim da Luz.

10.24- Gaspar João Barreto Filho e Maria Barbosa de Lima, pais de Francisco Barbosa de Lima.

      11- Octavós (8º avós) paternos de Roberto Marinho:

11.1- Paula Teixeira, natural de Portugal,  mãe de Maria Teixeira.

11.2- Francisco Coelho da Cruz e Isabel de Barros, portugueses, pais de Gaspar Coelho.

11.3- Gonçalo Alves de Siqueira e Jerônima Francisca, portugueses, pais de Isabel Coelho.

11.4- Paulo Coelho, batizado aos 17 de março de 1626, e Maria Gonçalves, portugueses, pais de Domingos Coelho.

11.5- Antônio da Fonseca e Comba João, batizada aos 03 de janeiro de 1627, portugueses, casados aos 21 de abril de 1648, pais de Jerônima da Fonseca.

11.6- Gonçalo Ribeiro, o 1º do nome, e Violante Antônia, batizada aos 06 de novembro de 1606, casados aos 26 de agosto de 1629 em Celorico de Basto, Braga, Portugal,  pais de Gonçalo Ribeiro, o 2º  do nome.

11.7- João Coelho e Maria Diniz, casados aos 10 de maio de 1618 em Celorico de Bastos, Braga, Portugal, pais de Ana Coelho.

11.8- Antônio Pedroso de Alvarenga, o 1º do nome, Capitão, e Maria Bicudo de Brito, pais do Capitão Antônio Pedroso de Alvarenga, o 2º do Nome.

11.9- Mateus Martins e Francisca Correia Moreira, pais de Maria da Luz do Prado.

11.10- Mateus Leme do Prado e Beatriz Barbosa do Rego, casados no ano de 1642 no estado de São Paulo, pais de Lucrecia Leme Barbosa.

11.11- João Martins Bonilha, nascido em 1609, e Adriana Barreto, casados em 1639, pais de João Martins Bonilha Filho.

11.12- Lourenço Correia de Lemos, natural do estado do Espírito Santo, falecido em 1666, e Rufina de Morais, falecida em 1677, pais de Maria Correia de Morais.

11.13- Gonçalo Freire e Domingas de Figueiredo, naturais de Ponte de Lima, Distrito de Viana do Castelo, Portugal, pais de Domingos Freire de Figuereido.

11.14- Sebastião da Fonseca Pinto, natural da vila de Figueira, Conselho de Castelo Rodrigo, distrito da Guarda, Portugal, nascido por volta de 1624 e falecido em Mogi das Cruzes/SP aos 25 de outubro de 1719, com 95 anos de idade, e Leonor Jorge de Godoy, pais de Ana de Godoy Moreira.

11.15- Jerônimo da Veiga e Maria da Cunha, pais de Baltazar da Costa da Veiga.

11.16- Amador Bueno, o Moço, e Margarida de Mendonça, pais de Maria Bueno de Mendonça.

11.17- Matias Cardoso de Almeida, natural da Ilha Terceira, região dos Açores, Portugal, e Isabel Furtado, pais de Salvador Cardoso de Almeida.
11.18- Antônio Raposo da Silveira, natural de Lisboa, Portugal, e Maria Raposo de Siqueira, falecida em 1709, pais de Ana Maria Raposo da Silveira.

11.19- Arnal de Holanda Barreto e Ana da Cunha Pereira, naturais do Estado de Pernambuco, pais de Cosme do Rego Barros.

11.20- Romão Leitão de Albuquerque e Leonor de Veda, naturais do Estado de Pernambuco, pais de Isabel de Acha de Albuquerque.

11.21- Estevão Furquim e Maria da Luz, pais de Antônio Furquim da Luz.

11.22- Francisco Xavier Pedroso, natural de Osasco/SP, falecido aos 19 de janeiro de 1680, e Maria Cardoso, pais de Mécia Vaz Pedroso.

11.23- Gaspar João Barreto, natural de Freixo de Espada à Cinta, Bragança, Portugal, e Francisca Cubas, pais de Gaspar João Barreto Filho.

11.24- Gabriel Barbosa Lima, natural de Portugal, e Maria do Rosário, pais de Maria Barbosa de Lima

No Rio de Janeiro, da esq. p/ dir. Odileia, prefeita de Macaíba, Ruth Albuquerque, Roberto Marinho e Valério Mesquita, presidente da FJA. Momento em que foram solicitados parceria com a Fundação Roberto Marinho para restaurar parte do patrimônio arquitetônico do RN.

      
        12- Nonavós (9º avós) paternos de Roberto Marinho:

12.1- Baltazar Coelho e Maria de Barros, portugueses, casados em 05 de fevereiro de 1619 em Celorico de Basto, Braga, Portugal, pais de Paulo Coelho.
                                                                            
12.2- Lourenço Nunes e Catarina da Fonseca, a 2ª do nome, casados aos 15 de junho de 1615 em Celorico de Basto, Braga, Portugal, pais de Antônio da Fonseca.

12.3- João Gonçalves e Maria Martins, casados aos 12 de setembro de 1624 em Celorico de Basto, Braga, Portugal, pais de Comba João.

12.4- Domingos Gil e Margarida Martins, portugueses, pais de Gonçalo Ribeiro, o 1º do Nome.

12.5- Antônio Martins e Maria Mateus, portugueses,  pais de Violante Antônia.

12.6- Francisco Coelho e Violante Pires, portugueses,  pais de João Coelho.

12.7- Gaspar Alves de Frexeiro e Senhorinha Diniz, portugueses, pais de Maria Diniz.

12.8- Francisco de Alvarenga, natural do Estado de São Paulo, residiu em Parnaíba, foi Capitão e Bandeirante, nascido por volta de 1587 e falecido em 1675, e Luzia Leme, falecida em 1653, pais do Capitão Antônio Pedroso de Alvarenga, o 1º do nome.

12.9- Antônio Bicudo, falecido em 1650, e Maria de Brito, casados provavelmente em 1608, foram moradores em Parnaíba/SP, pais de Maria Bicudo de Brito.

12.10- André Bernardes e Domingas Ribeiro, nascida por volta de 1614, casados em 1632 no estado de São Paulo, pais de Manoel Martins.

12.11- Baltazar Correia, Capitão, Juiz Ordinário e de Órfãos no ano de 1641 na então Vila de Mogi das Cruzes/SP, e Isabel Afonso, casados em 1634, pais de Francisca Correia Moreira.

12.12- Pedro Leme e Helena do Prado, pais de Mateus Leme do Prado.

12.13- Diogo Barbosa do Rego, natural de Portugal, falecido aos 23 de Agosto de 1661 em Guaratinguetá/SP, e Branca Raposo, pais de Beatriz Barbosa do Rego.

12.14- André Martins Bonilha, falecido em 1613, e Justa Maciel, pais de João Martins Bonilha.  
       
12.15- Diogo Barbosa do Rego, natural de Portugal, e Branca Raposo, pais de Adriana Barreto.

12.16- José Correia de Lemos e Francisca de Lira, pais de Lourenço Correia de Lemos.

12.17- Baltazar de Morais de Antas, 2º do Nome, e Inês Rodrigues, pais de Rufina de Morais.

12.18- Manoel Martins e Maria da Fonseca, portugueses, pais de Sebastião da Fonseca Pinto.

12.19- Baltazar de Godoy, o 2º Do Nome, e Maria Jorge, pais de Leonor Jorge de Godoy.

12.20- Amador Bueno da Ribeira e Bernarda Luiz Camacho, pais de Amador Bueno, o Moço.

12.21- Francisco de Mendonça, falecido em 1630, e Maria de Góes, pais de Margarida de Mendonça.

12.22- Luiz Furtado e Felipa Vicente do Prado, pais de Isabel Furtado.
12.23- João Gago da Cunha e Catarina do Prado, pais de Maria da Cunha.

12.24 João Rodrigues Raposo e Isabel Rodrigues Canto, portugueses, pais de Antônio Raposo da Silveira.

12.25- João Raposo Bocarro, falecido em 1684, e Ana Maria de Siqueira, pais de Maria Raposo de Siqueira.

12.26- Arnal de Holanda e Luíza Pessoa, naturais do Estado de Pernambuco, pais de Arnal de Holanda Barreto.

12.27- Pedro da Cunha Pereira e Catarina Bezerra, naturais do Estado de Pernambuco, pais de Ana da Cunha Pereira.

12.28- Bartolomeu Leitão de Albuquerque e Andresa Peres, naturais do Estado de Pernambuco, pais de Romão Leitão de Albuquerque.

12.29- Alberto Geraldo de Veda, natural da Alemanha, e Isabel de Acha, natural do Estado de Pernambuco, pais de Leonor de Veda.

12.30- Cláudio Furquim, natural de Nancy, Ducado e Província de Lorraine, França, e Maria Pedroso, falecida em 1613, pais de Estevão Furquim.

12.31- Bernardo da Mota, natural do Estado da Bahia, falecido em 1646, e Maria Vitória, falecida em 1657, pais de Maria da Luz.   

12.32- João Pedroso de Morais e Maria de Lima, pais de Francisco Xavier Pedroso.

12.33- Cristovão da Cunha de Unhate e Mécia Vaz Cardoso, pais de Maria Cardoso.

12.34- Gaspar Cubas, por volta de 1571 e falecido em 1649, e Isabel Sobrinho, falecida por volta de 1619, pais de Francisca Cubas.

12.35- João Pedroso de Morais e Maria de Lima, pais de Maria do Rosário.

      13- Décimos (10º avós) avós paternos de Roberto Marinho:

13.1- Diogo Gonçalves e Catarina da Fonseca, a 1ª do nome, naturais de Portugal, pais de Catarina da Fonseca, a 2ª do nome.

13.2- Gonçalo Anes e Isabel Fernandes, naturais de Portugal, pais de João Gonçalves.

13.3- Pedro Martins, português, pai de  Maria Martins.

13.4- Antônio Rodrigues de Alvarenga, natural de Lamego, Portugal, falecido aos 14 de setembro de 1614, e Ana Ribeiro, natural do Porto, Portugal, falecida aos 23 de outubro de 1647, pais de Francisco de Alvarenga.

13.5- Aleixo Leme, nascido por volta de 1564 e falecido em 16 de novembro de 1629 com 65 anos de idade, foi um Bandeirante Paulista, e Inês Dias, falecida em 1655, pais de Luzia Leme.

13.6- Antônio Bicudo Carneiro, natural da Ilha de São Miguel, Açores, Portugal, passou a residir na Capitania de São Paulo, Brasil, onde exerceu vários cargos, de Juiz em 1574 e 1584, de Vereador em 1575, e de Ouvidor da Capitania em 1585, e Isabel Rodrigues, pais de Antônio Bicudo.

13.7- Diogo Pires e Isabel de Brito, pais de Maria de Brito.

13.8- João Bernardes e Helena Gonçalves, pais de André Bernardes.

13.9- Francisco Alvares Correia e Margarida Gonçalves, pais de Baltazar Correia.

13.10- João do Prado, o 2º Do Nome, e Maria da Silva de Sampaio, pais de Domingas Ribeiro.

13.11- Pascoal Dias e Felipa Rodrigues, pais de Isabel Afonso.

13.12- Francisco Martins Bonilha, natural de Castela, Espanha, nascido em 1540, e Antônia Gonçalves, natural de Andalúcia, Sevilha, Espanha, falecida em 1616, pais de André Martins Bonilha.

13.13- João Maciel, natural de Viana, Portugal, falecido em 1601 no estado de São Paulo, e Paula Camacho, pais de Justa Maciel.

13.14- Antônio Raposo, natural de Beja, Portugal, nascido provavelmente em 1558, e falecido no Brasil em 1633, e Isabel de Góes, natural de Funchal, Ilha da Madeira, Região dos Açores, Portugal, falecida em 1629 em São Paulo/SP, pais de Branca Raposo.

13.15- Baltazar de Morais de Antas, o 1º do Nome, natural de Mogadouro, Distrito de Bragança, Portugal, nascido provavelmente em 1535 e falecido em Santos/SP provavelmente no ano de 1600, e Brites Rodrigues Anes, pais de Baltazar de Morais de Antas, o 2º do Nome.      
    
13.16- Domingos Rodrigues da Maia e Méssia Rodrigues Velho, pais de Inês Rodrigues.
13.17- Baltazar de Godoy, o 1º do Nome, natural de Castela, Espanha, e Paula Moreira, pais de Baltazar de Godoy, o 2º do Nome.

13.18- Francisco Jorge e Maria Rodrigues, pais de Maria Jorge.

13.19- Bartolomeu Bueno de Ribeira, natural de Andalúcia, Sevilha, Espanha, e Maria Pires, casados em 04 de agosto de 1590, pais de Amador Bueno.

13.20- Domingos Luiz Carvoeiro, natural de Marinhota, Freguesia de Santa Maria da Carvoeira, Conselho de Viana do Castelo, Portugal, falecido em 1615 em São Paulo – SP, e Ana Camacho, pais de Bernarda Luiz Camacho.

13.21- Domingos de Góes, o 1º do Nome, natural da Ilha da Madeira, Portugal, e a 1ª esposa Catarina de Mendonça, pais de Francisco de Mendonça.

13.22- Domingos de Góes Neto, falecido em 1661, e a Joana Nunes de Mendonça, falecida em 1625, pais de Maria de Góes.

13.23- Simão Furtado e Catarina Luiz, portugueses, pais de Luiz Furtado.

13.24- João do Prado, o 1º do Nome, natural de Olivença, Alantejo, Portugal, falecido aos 13 de fevereiro de 1597 no Brasil, e Felipa Vicente, falecida em 26 de junho de 1627, pais de Felipa Vicente do Prado.

13.25- Henrique Da Cunha Gago, o Velho, natural da Região de Santos/SP, nascido por volta de 1560 e falecido em 1624, e 1ª esposa Isabel Fernandes, falecida em 1599, pais de João Gago da Cunha.

13.26- João do Prado, o 1º do Nome, e Felipa Vicente, pais de Catarina do Prado.

13.27- Antônio Raposo, natural de Beja, Portugal, nascido provavelmente em 1558, e falecido no Brasil em 1633, e Isabel de Góes, a 2ª do Nome, natural de Funchal, Ilha da Madeira, Região dos Açores, Portugal, falecida em 1629 em São Paulo/SP, pais de João Raposo Bocarro.

13.28- Francisco de Siqueira, natural da Vila de Caminha, Portugal, e Ana Pires de Medeiros, falecida em 1668, pais de Ana Maria de Siqueira.

13.29- Luiz do Rego Barreto, natural de Viana, Portugal, nascido em 1554 e falecido a 10 de abril de 1611, e Inês de Góes, natural de Pernambuco, falecida em 24 de fevereiro de 1612, pais de Arnal de Holanda.
13.30- Pedro Afonso Duro, natural de Portugal, e Madalena Gonçalves, pais de Luíza Pessoa.

13.31- Pedro da Cunha de Andrade, natural da Ilha da Madeira, Portugal, e Ana de Holanda, a 2ª do nome, natural do Estado de Pernambuco, pais de Pedro da Cunha Pereira.     

13.32- Antônio Bezerra Barriga, natural de Viana, Portugal, e Isabel Lopes de Freitas, pais de Catarina Bezerra

13.33- Jorge Leitão de Albuquerque, nascido provavelmente em 1567 e falecido em 06 de abril de 1617, com 50 anos de idade, e Madalena Barbosa, naturais de Pernambuco, pais de Bartolomeu Leitão de Albuquerque.

13.34- Jacques Peres e Catarina Álvares, pais de Andressa Peres.

13.35- Manoel Lopes e Leonor de Acha, pais de Isabel de Acha.  

13.36- Estevão Furquim, natural de Nancy, Ducado de Lorraine, França, pai de Cláudio Furquim.

13.37- Gaspar Pedroso e  Suzana Moreira, pais de Maria Pedroso.

13.38- Bartolomeu Rodrigues, falecido em 1610, e Maria Lucas, falecida em 1635, pais de Maria da Vitória.

13.39- Pantaleão Pedroso Bayão Parente e Ana de Morais de Antas, pais de João Pedroso de Morais.

13.40- João da Costa de Lima, natural de Portugal, falecido aos 26 de abril de 1639, e Inês Camacho, falecida em 1623, pais de Maria de Lima.

13.41- Henrique da Cunha Gago, o Velho, e a 2ª esposa Catarina de Unhate, pais de Cristovão da Cunha de Unhate.

13.42- Gaspar Vaz Guedesfoi Bandeirantee Francisca Cardoso, pais de Mécia Vaz Cardoso.

13.43- Diogo Gonçalves Ferreira e Francisca Cubas, naturais de Portugal, pais de Gaspar Cubas.

13.44- Joanes Anes Sobrinho, português, e a 2ª esposa Isabel Duarte, pais de Isabel Sobrinho.     

     14- Décimos primeiros (11º avós) avós paternos de Roberto Marinho:
      
14.1- Baltazar de Alvarenga e Messia Monteiro, portugueses, pais de Antônio Rodrigues de Alvarenga.

14.2- Estevão Ribeiro Bayão Parente, natural de Beja, Portugal, e Madalena Fernandes Feijó de Madureira, natural do Porto, Portugal, pais de Ana Ribeiro.

14.3- Braz Teves, natural da Ilha da Madeira, Portugal, falecido provavelmente no ano de 1633 em São Paulo/SP, e Leonor Leme, natural de Óbidos, Portugal, nascida por volta de 1542 e falecida em 1633, pais de Aleixo Leme.

14.4- Domingos Dias, natural da Freguesia de São Miguel, Conselho de Lourinhã, Distrito de Lisboa, Portugal, e Mariana de Chaves, pais de Inês Dias.

14.5- Vicente Anes Bicudo e Mécia Nunes, portugueses, pais de Antônio Bicudo Carneiro.

14.6- Baltazar Gonçalves, o Velho, e Maria Álvares, pais de Margarida Gonçalves.

14.7- João do Prado, o 1º do Nome, natural de Portugal, e Felipa Vicente, pais de João do Prado, o 2º do nome.

14.8- Domingos Martins, pai de Maria da Silva de Sampaio.

14.9- Afonso Dias e Madalena Afonso, pais de Paschoal Dias.

14.10- Francisco Rodrigues Barbeiro e Esperança Camacho, pais de Felipa Rodrigues.

14.11- Gonçalo Anes Maciel e Clara Luiz, portugueses, pais de João Maciel.

14.12- Bartolomeu Camacho, português, e Catarina Ramalho, pais de Paula Camacho.

14.13- Álvaro Aires Ferrão e Suzana Nunes Raposo, portugueses,  pais de Antônio Raposo.

14.14- Domingos Gonçalves da Maia, falecido em 30 de abril de 1627 no Estado de São Paulo, e Isabel de Góes, a 1ª do Nome, naturais da Ilha Terceira, Portugal, pais de Isabel de Góes, a 2ª do nome.

14.15- Jorge Moreira, natural de Rio Tinto, Porto, Portugal, foi Capitão Mor e Governador da Capitania de São Vicente, atual estado de São Paulo, e Isabel Velho, a 2ª do nome, pais de Paula Moreira.

14.16- Pedro de Moraes de Antas e Inês Navarro, portugueses, pais de Baltazar de Morais de Antas, 1º do Nome.  

14.17- Joane Anes Sobrinho, português, e Maria Gonçalves, pais de Brites Rodrigues Anes.

14.18- Garcia Rodrigues, falecido em 1590 na região de Santos – SP, e Isabel Velho, portugueses, pais de Méssia Rodrigues Velho.

14.19- Francisco Ramires de Pórros, natural da Espanha, pai de Bartolomeu Bueno de Ribeira.

14.20- Salvador Pires, o 2º do Nome, e a 2ª esposa Mécia Fernandes, pais de Maria Pires.

14.21- Lourenço Luiz e Leonor Domingues, portugueses, pais de Domingos Lourenço Carvoeiro.   
                                                                              
14.22- Gonçalo Camacho, português, e Jerônima Dias Ferreira, pais de Ana Camacho.          
     
14.23- Domingos Gonçalves da Maia, natural da Ilha da Madeira, Portugal, falecido por volta de 1627 no Estado de São Paulo, e Isabel de Góes, pais de Domingos de Góes Neto.

14.24- Henrique Cunha e Filipa Gago, portugueses, pais de Henrique da Cunha Gago.

14.25- Salvador Pires e a 2ª esposa Mécia Fernandes, pais de Isabel Fernandes.

14.26- Pedro Vicente e Maria de Farias, portugueses,  pais de Filipa Vicente.   

14.27- Salvador Pires e a 2ª esposa Mécia Fernandes, pais de Ana Pires de Medeiros.

14.28- Afonso de Barros Rego e Maria Nunes Barreto, portugueses, pais de Luiz do Rego Barreto.

14.29- Arnal de Holanda, natural de Utrecht, Holanda, nascido em 1515 e falecido em 24 de junho de 1614 com 99 anos em Olinda/PE, e Brites Mendes de Vasconcelos, natural de Lisboa, Portugal, nascida em 1625 e falecida aos 19 de dezembro de 1620 com 95 anos de idade em Olinda/PE, pais de Inês de Góes.

14.30- Diogo Martins Pessoa, português, e Mônica Gonçalves Raposo, pais de Madalena Gonçalves.  

14.31- Rui Gonçalves de Andrade e Jerônima Leonor da Cunha, portugueses, pais de Pedro da Cunha de Andrade.

14.32- João Gomes de Melo, natural da região da Beira, Portugal, e Ana de Holanda, a 1ª do Nome, natural do Estado de Pernambuco, pais de Ana de Holanda, a 2ª do Nome.

14.33- Gonçalo Mendes Leitão, natural de Portugal, e Antônia de Albuquerque, natural do Estado de Pernambuco, pais de Jorge Leitão de Albuquerque. 
  
14.34- Jorge Moreira, natural de Rio Tinto, Porto, Portugal, foi Capitão Mor e Governador da Capitania de São Vicente, atual Estado de São Paulo, e Isabel Velho, pais de Suzana Moreira.  

14.35- Gaspar Fernandes, português,  falecido em 1600, e Domingas Antunes, falecida em 1624 no Estado de São Paulo, pais de Maria Lucas.   

14.36- Estevão Ribeiro Bayão Parente, natural de Beja, Portugal, e Madalena Fernandes Feijó de Madureira, natural do Porto, Portugal, pais de Pantaleão Pedroso Bayão Parente.

14.37- Baltazar de Morais de Antas, o 1º do Nome, natural de Portugal, Juiz Ordinário da Vila de São Paulo/SP aos 11 de setembro de 1579, e Brites Rodrigues Anes, pais de Ana de Morais de Antas.

14.38- Domingos Luiz Carvoeiro, natural de Portugal, e Ana Camacho, pais de Inês Camacho.  

14.39- Luiz de Unhate e Maria Antunes, pais de Catarina de Unhate.

14.40- Antônio Vaz Guedes, natural de Mesão Frio, Guimarães, Portugal, e Margarida Correia, pais de Gaspar Vaz Guedes.

14.41- Braz Cardoso, natural de Mesão Frio, Guimarães, Portugal, foi o Fundador da cidade de Mogi das Cruzes/SP, e  Francisca da Costa, natural do Estado de São Paulo, pais de Francisca Cardoso.    

      15- Décimos segundos (12º avós) avós paternos de Roberto Marinho:

15.1- João Ribeiro, português , pai de Estevão Ribeiro Bayão Parente.

15.2- Pedro Leme, falecido provavelmente em 1596, e a 2ª esposa Luzia Fernandes, portugueses,  pais de Leonor Leme.

15.3- Fernão Anes e Catarina Pires Bicudo, portugueses, pais de Vicente Anes Bicudo.

15.4- Nuno Gonçalves e Mécia Rodrigues Furtado, portugueses, pais de Mécia Nunes.

15.5- João Ramalho, natural de Quinta de Vouzela, Bispado de Coimbra, Portugal, nascido provavelmente em 1490 e falecido provavelmente em 1580, em São Paulo/SP, e Isabel Dias, que era a mesma Índia Bartira, natural do Estado de São Paulo, pais de Catarina Ramalho.

15.6- Pedro Vicente e Maria de Farias, portugueses, pais de Domingos Gonçalves da Maia.

15.7- Domingos de Góes, natural da Ilha da Madeira, Portugal, e a 1ª esposa Catarina de Mendonça, pais de Isabel de Góes, a 1ª do Nome.

15.8- Garcia Rodrigues e Isabel Velho, 1ª do nome, de Portugal, pais de Isabel Velho, 2ª do Nome.

15.9- Manoel Machado Pereira e Rosa Faria dos Santos, pais de Maria de Faria.

15.10- Vasco Rodrigues de Morais de Antas e Micaela de Albuquerque Vimieiro, portugueses, pais de Pedro de Morais de Antas.

15.11- Nuno Navarro e Isabel Mendes de Antas, portugueses, pais de Inês Navarro de Antas.

15.12- Salvador Pires, o 1º do nome, e Maria Rodrigues, naturais do Porto, Portugal, nascida por volta de 1516, e falecida próximo ao ano de 1580, pais de Salvador Pires, o 2º do Nome.

15.13- Antônio Fernandes e Antônia Rodrigues, pais de Mécia Fernandes.

15.14- Francisco do Rego e Isabel de Barros, portugueses, pais de Afonso de Barros Rego.

15.15- João Velho Barreto e Violante Nunes Boto, portugueses,  pais de Maria Nunes Barreto.

15.16- João Fernandes Pessoa e Guiomar Barbosa, naturais de Valpaços, Distrito de Vila Real, Portugal, pais de Diogo Martins Pessoa.

15.17- Antão Gonçalves Raposo e Maria de Araújo, pais de Mônica Gonçalves Raposo.

15.18- Arnal de Holanda e Brites Mendes de Vasconcelos, pais de Ana de Holanda, a 1ª do nome.

15.19- Jerônimo de Albuquerque, natural de Portugal, o Torto, falecido em 22 de fevereiro de 1584, no Estado de Pernambuco, e a companheira Maria do Espírito Santo Arcoverde, Índia, natural do Estado de Pernambuco, pais de Antônia de Albuquerque.  

15.20- Antônio Preto, português, e Antônia Gonçalves, pais de Domingas Antunes.

15.21- Diogo de Unhate, natural da Espanha, e Maria Nunes, pais de Luiz de Unhate.             

      16- Décimos terceiros (13º avós) avós paternos de Roberto Marinho:

16.1- Antão Leme, português, pai de Pedro Leme.

16.2- João Velho Maldonado e Catarina Afonso de Balbode, portugueses,  pais de João Ramalho.

16.3- Luiz do Rego e Maria Martins de Ricalde, portugueses, pais de Francisco do Rego.

16.4- Bernardo de Barros, português, pai de Isabel de Barros.

16.5- João Velho e Maria Nunes Barreto, portugueses, pais de João Velho Barreto.

16.6- Gonçalo Esteves Boto, português, pai de Violante Nunes Boto.

16.7- Lopo de Albuquerque e Joana de Bulhão, portugueses,  pais de Jerônimo de Albuquerque.

16.8- Cacique Arcoverde, Índio, Chefe da Tribo dos Tabajaras, pai de Maria do Espírito Santo Arcoverde.

      17- Décimos quartos (14º avós) avós paternos de Roberto Marinho:

17.1-  Fernão Anes do Rego, português, pai de Luiz do Rego.

17.2- João Martins de Ricalde, português,  pai de Maria Martins de Ricalde.

17.3- João de Albuquerque e Leonor Lopes de Leão, português, pais de Lopo de Albuquerque.

17.4- Afonso Lopes de Bulhão e Isabel Gramacho, português, pais de Joana de Bulhão.                




Um comentário:

  1. Boa noite, Anderson!
    Se os ascendentes que tem neste blogue são os seus, então somos primos entroncando na sua 10.ª geração : Maria da Silva, casada com Domingos Fernandes em 1668.05.14, em Carvalho, Celorico de Basto, filha do Padre Jerónimo Coelho da Silva e de Maria Teixeira.
    Saudações!
    António Loureiro (allouran@hotmail.fr)

    ResponderExcluir